Itabira é uma cidade com viés cultural muito forte. Seja na música, nas artes plásticas, na poesia, literatura, nos mosaicos desencontrados dos calçamentos tipo pé-de-moleque, feitos com pedaços de minério, nas conversas de pé-de-orelha ou mesmo no futebol, Itabira respira cultura.

Nosso blog tem a pretensão de mostrar um pouco desse lado ainda pouco explorado, porém muito significativo, seja para a vida dos nativos quanto para aqueles que por aqui se aventuram em busca de novas experiências de vida.

Vamos começar falando um pouco sobre o que existe de cultura nas cercanias da urbe Itabira. O comando cultural local está sob a coordenação da Fundação Cultural Carlos Drummond de Andrade. Instituída em maio de 1985, a FCCDA é uma entidade sem fins lucrativos, mantida basicamente por meio de recursos municipais e parcerias. Seu principal objetivo é fomentar e apoiar o desenvolvimento da cultura local.

A sede administrativa da Fundação funciona em prédio localizado na área central de Itabira. O espaço é composto por Teatro, Biblioteca Pública, Foyer, Galeria, Departamentos de Produção, Administrativo e Financeiro, Jurídico e Superintendência. Durante todo o ano são realizadas diferentes atividades no Centro Cultural. Como exemplo, exposições, espetáculos, shows, apresentações lúdicas para crianças (trabalho desenvolvido pela Biblioteca) etc.

A Casa de Cultura Itabirana é uma referência no Estado. É tida como um importante polo irradiador de nossas tradições artístico-culturais: literatura, artesanato, música, manifestações folclóricas e religiosas. Parte destas tradições já ultrapassou as fronteiras do país com apresentações em diversos países como Portugal, Espanha e Itália – durante festividades que reuniram as mais diferentes atrações culturais.

Dentre os principais eventos que compõem a agenda anual da Fundação, destaca-se o Festival de Inverno de Itabira. Realizado desde 1974, a festa acontece tradicionalmente no mês de julho e atrai milhares de pessoas. Com uma ampla e diversificada programação, o festival consegue atingir todos os públicos – da infância à terceira idade. São oficinas, peças teatrais, intervenções em praças, bairros, escolas; shows com artistas renomados, exposições e outras atrações inclusivas. Este ano será a 45ª edição ininterrupta do evento.

É só o começo. No próximo blog continuaremos falando sobre a cultura de Itabira. Vale a pena acompanhar. Você vai ficar impressionado com as potencialidades culturais da nossa cidade.